O que acontece se eu não votar?

Não quer votar? O que acontece se eu não votar? Leia o artigo.

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em 2018, o Brasil teve 147.302.357 eleitores aptos a votar.

Mas algumas pessoas podem ter deixado de lado essa ação, seja porque não estavam na zona eleitoral ou porque acreditaram que não seria necessário sair de casa para votar.

Mas o que acontece se eu não votar?

Quais as consequências se eu não votar?

Os que não comparecerem ao distrito eleitoral no dia da votação, podem ser multados e impedidos de tirar passaporte, caso não justifiquem a ausência.

Outras penalidades são:

  • Não conseguir tirar a carteira de identidade;
  • Não receber salário em cargos públicos;
  • Não poder participar de concorrência pública ou administrativa estatal.

Os eleitores nesta situação também podem não conseguir empréstimos em instituições públicas, não poder se matricular em instituições de ensino ou ser nomeado em concurso público.

Como justificar a ausência

O eleitor que não votar precisa justificar a ausência para a Justiça Eleitoral.

Isso pode ser feito por meio do preenchimento do Requerimento de Justificativa Eleitoral, documento disponibilizado nos sites dos TREs (Tribunais Regionais Eleitorais), nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, na página do TSE e nos locais de votação ou justificativa nos dias de eleição.

O que acontece se eu não votar? – Multa

A multa para quem não justificar varia de R$ 3,51 a R$ 35,10, sendo que o valor é determinado pelo juiz eleitoral da região.

Os eleitores que não votarem no primeiro e no segundo turno devem justificar as duas ausências e serão multados duas vezes.

O Requerimento deve ser entregue em qualquer cartório eleitoral ou enviado por correio, acompanhado com o documento que comprove o motivo da ausência.

O eleitor pode justificar a ausência até 60 dias depois do turno — até dia 6 de dezembro de 2018, com relação ao primeiro turno, e até 27 de dezembro de 2018, ao faltar no segundo.

Procedimentos nas Eleições 2020

Neste ano, os eleitores brasileiros precisam votar em:

  • Prefeitos a prefeitura municipal
  • Vereadores a prefeitura

Acompanha o calendário eleitoral 2020.

Procedimentos nas Eleições 2018

No ano 2018, os eleitores brasileiros precisaram votar em seis candidatos:

  • Um para assumir a Presidência da República;
  • Dois senadores;
  • Um deputado federal;
  • Um deputado estadual;
  • Um governador.

O primeiro turno foi realizado no dia 7 de outubro (domingo), e o segundo turno, que considera os dois candidatos mais votos por cargo, deve acontecer no dia 28 de outubro para os cargos de presidente e governador, caso não seja escolhidos pela maioria em primeiro turno.

Tanto o primeiro como o segundo turno acontecem das 8h às 17h.

Por isso, se você não estiver próximo ao seu local de votação por algum motivo pessoal ou profissional, tenta buscar uma zona eleitoral mais próxima para justificar o seu voto, evitando transtornos com o cartório eleitoral no futuro.

Confira a apuração eleições 2020.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *